quinta-feira, 17 de julho de 2014

Quem abateu o voo MH17 da Malaysia Airlines?


A Malaysia Airlines foi notificada pelo controlo de tráfego aéreo ucraniano que perdeu o contacto com o voo MH17 às 14:15 GMT, a cerca de 50km da fronteira com a Rússia.
O voo MH17 tinha saído de Amesterdão, pelas 10:14 GMT desta quinta-feira, com destino a Kuala Lumpur.




O ministério do Interior ucraniano disse logo que o avião tinha sido abatido por um míssil terra-ar Buk dos rebeldes e não havia sobreviventes. Os separatistas pró-russos disseram que não comentam até examinarem o local da queda.

Sabemos que os separatistas pró-russos abateram dois aviões militares ucranianos esta semana — um avião de carga Antonov An-26 na segunda-feira, uma perda que as forças ucranianas confirmaram, e um caça Sukhoi Su-25 na quarta-feira. Portanto têm mísseis terra-ar que lhes permitem abater aviões.

Mas este avião voava a 10 km de altitude. Só um sistema de mísseis altamente sofisticado, guiado por radar, pode atingir uma aeronave a tal altitude.

O avião vinha da região oeste da Ucrânia e despenhou-se na região de Donetsk, onde as tropas do governo ucraniano combatem os separatistas pró-russos, num local situado a 50 km da fronteira com a Rússia. Não chegou a entrar no espaço aéreo russo.

Quem abateu o voo MH17 da Malaysia Airlines?



Separatista pró-russo junto dos destroços do Boeing 777 da Malaysia Airlines, perto de Grabovo, na região de Donetsk, 17 de Julho de 2014.
Maxim Zmeyev/REUTERS


Um elemento da equipa de socorro revolve os destroços do avião que levava 295 pessoas a bordo. Não há sobreviventes.
Maxim Zmeyev/REUTERS


Um elemento da equipa de socorro caminha no local onde o avião se despenhou.
Maxim Zmeyev/REUTERS


Sem comentários:

Enviar um comentário