quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Caos na colina do Capitólio



Ver Caos na colina do Capitólio em mapa maior


Uma mulher de 34 anos, desarmada, com a filha de 1 ano no carro, terá batido num posto de controle de segurança junto à Casa Branca, no cruzamento das ruas 15ª e E NW, pelas 14:12, nesta quinta-feira, terceiro dia da paralisação do governo dos Estados Unidos. Agentes do serviço secreto estavam a gritar para o carro, diz uma testemunha, Joseph Shawn, 29 anos: "Parecia [que a condutora estava] amedrontada ou perdida. Pensei que poderia ter sido uma turista". Fugiu.

As autoridades iniciaram, então, uma perseguição com dezenas de polícias e carros. Meia dúzia de carros patrulhas conseguiram encurralá-la em Garfield Circle, junto ao Capitólio. Recuou e voltou a fugir.

O Capitólio dos EUA foi colocado em bloqueio de segurança, os congressistas e senadores receberam ordens para se trancarem nos gabinetes e adiaram o debate para obtenção de um acordo que permita a aprovação do orçamento e ponha fim à paralisação do governo federal. Os polícias — intervieram o FBI, a US Capitol Police e a DC Police —, tal como o restante milhão de funcionários públicos que estão a assegurar os serviços mínimos nos EUA, não estão a receber salário.
Os jardins do Capitólio foram evacuados. Transeuntes e turistas fugiram espavoridos. Um dos polícias espatifou o carro patrulha numa barreira na Constitution Avenue.
Noutra barreira erguida mais à frente, no cruzamento com a 2ª Rua NE, a mulher abrandou a velocidade do carro e foi morta a tiro.

Depois das autoridades policiais terem inspeccionado o automóvel e concluído que não tinha armas nem explosivos, foram inspeccionar a residência de Miriam Carey com um robô.



18:38 GMT, 3 October 2013
Bloqueada pela polícia e agentes à paisana em Garfield Circle, junto ao Capitólio, Miriam Carey, com a filha no banco traseiro do Nissan Infiniti preto, foge.


Oct 3, 2013
O alarido da perseguição policial junto ao Capitólio dos EUA e o pânico dos transeuntes.



(clicar para ampliar)


O carro patrulha que chocou contra uma barreira embutida na Constitution Avenue.


O carro de Miriam no posto de controle da US Capitol Police onde foi morta a tiro.


Friday, Oct 4, 2013 | Updated 6:07 EDT


2 comentários:

  1. http://www.dailymail.co.uk/news/article-2442703/Miriam-Carey-Dental-hygienist-shot-dead-Capitol-Hill-suffered-postpartum-depression.html

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Nada roubou, nada vandalizou, não matou ninguém, não tinha armas nem explosivos no carro. Desobedeceu às ordens das autoridades policiais o que, na pior das hipóteses, é punido com prisão. Foi morta a tiro (felizmente decidiram poupar a criança).

      Estava no sítio errado, no momento errado.

      Eliminar